Mostrando postagens com marcador VIDEOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador VIDEOS. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 17 de março de 2014

ESTICADOR COM CATRACA, SUBSTITUI FITA FIX KAMPA.

E ae galera tralheira.

Bom essa postagem é mais uma dica para quem tá sempre correndo atrás de alguma novidade e equipamento para sua acampada.
Esse semana indo comprar óleo de motor para o camburão, na loja de acessório automotivo me deparei com esses esticadores com catraca que me chamaram muita atenção, e não sei dizer como, pularam da prateleira para meu carrinho de compras.

Trata-se dos esticadores com catraca da Luxcar, inicialmente usado para prender cargas no rack, ou na caçamba de veículos. Como já fazia algum tempo que estava de olho na "Fita Fix da Kampa", logo associei sua utilidade.



ESTICADORS COM CATRADA DA LUXCAR
FITA FIX DA KAMPA






São duas fitas com ganchos e catraca de 2,4m cada, totalizando um total de 4,8m, com mais uns 2 ou 3m da rede, pode-se chagar até um vão de 6 ou 7m entre árvores nos camping, podendo ser facílimente ajustada para medidas menores, suporta até 680kg, dá para qualquer casal de gordinhos passarem o dia todo na rede sem se preocupar. Alem de suas mil e uma utilidades que pode-se aplicar em casa, no veículo ou como sua imaginação quiser.
O comparativo de preços quase se igualam, nesses esticadores eu paguei R43,00 na loja da Acácia auto peças de Campinas. A Fita Fix da Kampa tá saindo por R47,00 no site da loja Mundo Terra.

Fica ai mais essa dica.
Abraços.
Família Costa.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

DESMONTAGEM BARRACA QUECHUA T6.2 E T6.2 XL AIR, SEM REMOÇÃO DOS QUARTOS E PISO

 Nesse final de semana, fiz o tão prometido video da dica que reduziria o tempo de montagem e desmontagem das barracas Quéchua T6.2 e T6.2 XL AIR.
 Essa idéia surgiu meio que por acidente, quando minha esposa Andreza, em nossa acampada no Pousada Pedra Grande, na hora da desmontagem da 2" seconds XXL IIII, desmontou os quartos da mesma, e pude observar que o sistema de montagem da 2" era muito semelhante ao da T6.2.


 Em nossa Expedição Brasília, durante a acampada no Ubatan, observando a necessidade de desmontar a T6.2 e remonta-la novamente no Camping Esplanada, resolvi colocar mãos a obra e fazer o teste. Na hora da desmontagem mantive os quartos sem retira-los, a Andreza não colocou muita fé que daria certo.
 Infelizmente a acampada no Esplanda não aconteceu, mas na nossa volta no repeteco no Ubatan, durante a montagem, ela se mostrou bem eficiente, e logo depois de passado e arqueado suas varetas, assim que a barraca ficou de pé, os quartos e a fiação elétrica já estavam prontos, faltando somente colocar os colchões e o resto das tralhas para dentro.
 Pude observar também que alguns pontos (ganchos "?") se soltaram, esses foram resolvidos com as fitilhas "estrangula gato", resolvido esse problema, nas demais montagens e desmontagens feitas com a T6.2 tradicional, se mostraram muito eficientes e rápidas.
 Na T6.2 XL AIR, pude observar que o piso dela também poderia ser mantido, e assim o fiz.
 Na desmontagem, o sistema de dobra da barraca é diferente aos vídeos que a Quéchua divulga, justamente por nessa desmontagem os quartos e o piso não serem retirados.
 Fica ai mais essa dica, com nosso vídeo mostrando os detalhes da preparação e desmontagem.

Abraços.
Família Costa.


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ACREDITE NOS SEUS SONHOS...

Para animar o dia, uma mensagem com um leve toque de humor negro...

Abraços.
Família Costa.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

PEIXE EMPANADO

Dica prática de peixe empanado, maneira correta de empanar sem que a casquinha de farinha se solte durante a fritura, e mais uma dica de um escorredor de óleo para fritura, mantendo o empanado sequinho na hora de servir.


Abraços.
Família Costa.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

CAMPING POUSADA PEDRA GRANDE, 3º ACAMPADA DE INVERNO



Final de semana agitado, de inicio tinha descartado essa viajem, pois coincidiu com a festa junina na escola da minha filha, mas, não poderia perder esse encontro.
 Então comecei o sabadão curtindo uma festa junina na escola São José, minha filha Isadora iria dançar na abertura da festa, e como pai coruja que sou jamais perderia esse momento. Ficamos ainda no São José até umas 15:00 aproveitando das barracas de lanches e das brincadeiras juninas.



Para essa acampada, dias antes, dando uma voltinha na Decatlon, não resisti e acabei adquirindo uma nova barraca a Quéchua XXL 2" IIII, devido ao tempo frio e a previsão de chuva para todo o fim de semana e a necessidade de uma barraca de montagem rápida já que chegaríamos a noite numa viajem de bate-volta não poderia perder muito tempo com montagem e desmontagem de equipamentos, nesse quesito ela se mostrou super rápida e eficiente, alem dela ser toda fechada conseguindo manter uma temperatura agradável no seu interior, outra coisa que me agradou bastante foi o quarto dela ser grande o suficiente para caber 2 colchões infláveis de casal.

Saindo de Campinas lá pelas 17:30, chegamos na Pousada Pedra Grande por volta das 19:00. O GPS nos fez uma pegadinha obrigando a seguir por um caminho maior, já era noite e o pessoal do "Camping e Família" e da "Trips" nos aguardavam descrentes de que realmente iriamos comparecer. Quando chegamos buzinando, foi uma surpresa para todos.


Para convencer minha esposa Andreza a encarar uma viagem bate-volta com frio e chuva, dias antes tive de apelar para seu ponto fraco, sendo ela extremamente "arroz de festa", criei uma pegadinha "-Ié-ié".
Disse que teria festa junina no camping e que todos estavam empenhados com os preparativos. Ela na empolgação sem exitar caiu na pegadinha e correu comprar as bandeirinhas, docinhos e paçoca para levar.



Enquanto montava o equipamento, hora ou outra a Andreza me sondava se o pessoal tinha desistido da festa junina, ela estava acanhada de pegar os enfeites e agitar o arraia, não me lembro se foi a Laryssa ou a Mari, mas alguem comentou que poderíamos ter combinado de fazer uma festa junina, assim acabaram por me denunciar da pegadinha.
A Andreza caindo na real, contou da minha traquinagem, e mais do que rápido correu pegar os enfeites e os quitutes, assim acabou rolando nossa  festa junina improvisada com direito a cachorro-quente, churrasco, marshmallow, fogueira, musicas de viola, e a companhia dos amigos. Ainda nessa noite rolou um protesto com a musica "Que país é esse." em apoio as manifestações recentes ocorridas no Brasil.
Ao final da noite, com a Lua cheia iluminando nossa vila de barracas, rolou algumas histórias de terror, pena somente a Bia, o Ricardo e o Tiago terem ficado acordados para ouvir, os demais correram para as barracas se esconderem do frio que imperava a noite, não demorou muito e nós aos poucos insistentes fomos também vencidos pelo frio. Na madrugada caiu uma leve chuva.





Assim que tomamos coragem para sair da barraca, rolou um café da manhã e logo depois subimos para a Pedra Grande, no caminho nos deparamos com vários grupos que seguiam em caminhada a pé, alguns carros e muitos motociclístas.

A vista do alto da Pedra Grande é linda, vale a pena o esforço para se chegar até lá, apesar o frio, conseguimos ficar por lá ainda algum tempo, mas logo corremos de volta para os carros e fizemos a descida até o camping.
No camping, a pouca estiagem que fez, nos ajudou a secar as barracas, assim desmontávamos nossa vila no final de mais um encontro.  As mulheres capricharam no macarrão do almoço, e lá pelas 16:00 estávamos todos pegando o caminho de casa.

http://campingefamilia.blogspot.com/
http://tripsnature.blogspot.com/
http://oscostas.blogspot.com/



Na pousada, por extrema preguiça e por conta do frio, não quis desbravar suas dependências, fico aqui devendo algumas informações, mas pelo pouco que pude observar, o lugar é lindo e vale um repeteco em um dia de calor para aproveitar da piscina, sauna e entreterimentos  que a pousada oferece.
No restaurante tinha uma lareira acesa quando chegamos, bem convidativa num dia de frio como esse. Eles servem café da manhã, almoço e jantar pagos a parte.








Sobre a área de camping, com certeza seria muito melhor se não houvesse tantos alicerces e platôs com pisos que foram preparados para receber trailer, o que prejudica a montagem das barracas, ainda mais se resolvermos num próximo encontro levar as gigantes T6.2 (minha e do Tiago) e a T4.2 (do Ricardo).
Sugestão é que poderia ser preparado um novo platô somente para barracas, já que a pousada é repleta de áreas gramada e platôs desativados.
Do mais, foi muito bom estar entre amigos, curtindo um friozinho das montanhas com direito a Lua Cheia, cerveja e churrasco.


Camping Pousada Pedra Grande
Estrada Municipal Pedra Grande, km 5,5 - Bairro Laranja Azeda - Atibaia - SP
(11) 4411-0999 (11) 4412-0602
http://www.pousadapedragrandeatibaia.com.br/
Preço de ocasião: R$30,00, crianças acima de 04 anos pagam meia
Voltagem 220V


Abraços.
Família Costa.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

CAMPING DAS ANTAS - MONGAGUÁ

Aproveitando que estava passando um final de semana em Mongaguá, dei uma esticadinha para conhecer o Camping das Antas, não cheguei acampar, mas aproveitei para tirar algumas fotos e postar no Blog.
O camping é bem plano e dividido por grandes áreas para acampar sendo a maioria gramada, conta com uma bateria de banheiros masculino e feminino todos com chuveiros elétrico, e do lado de fora das baterias de banheiros algumas duchas fria para tirar areia.
Os pontos de tomados são poucos, necessário levar extensão e benjamin.
O camping fica a uns 600m da praia indo a pé, para acessar a praia é necessário atravessar a rodovia que conta com uma passarela p/ pedestres.
Apesar da proximidade com o centro de Mongaguá, o camping fica em uma área residencial, o que proporciona toda a tranquilidade e sossego ao campista.
Localização é privilegiada por ficar próximo de tudo.
































Considerações Finais.

Camping das Antas.
Rua Jácomo Zorzi, 18 / Mongaguá - SP
(13) 3448-2691

Voltagem 220V (feriados prolongados e final de ano a energia é desligada das 6:00-19:00)
Horário de Silêncio a partir das 23:00
Valor da Diária: R$ 25,00

Abraços.
Família Costa.